Investing & Day Trading Education:  Day Trading Academy
Free ebooks Library zlib project z-library zlibrary project

O crescimento da Starbucks está ligado à Economia

26 de agosto de 2015

Por Jeffrey Hagenmeier

Durante uma geração inteira, os jovens americanos fizeram da Starbucks parte de sua experiência social, além de ser um ótimo lugar para pegar um bom café ou outra bebida. Por muitos dos jovens de hoje em dia, o Starbucks é sinônimo de café. O que a Apple tinha feito para as tecnologias de comunicação, a Starbucks tem feito com o café que serve, tanto café quente quanto frio. As ações da empresa valorizaram cerca de 1.000% ao longo da última década, através da divulgação e venda de café de alto padrão. O sucesso da marca é devido em grande parte à uma estratégia de marketing extremamente bem-sucedida.

A Starbucks Corporation (NASDAQ: SBUX) é uma cadeia americana de lojas que vendem café e outros produtos comestíveis, com sede em Seattle, Washington. A empresa foi fundada em 1971 e cresceu rapidamente ao longo dos anos, se tornando a maior cafeteria do mundo. Starbucks é dona de 22.551 lojas em 65 países. As operações da empresa consistem na torrefação, divulgação e venda de café e bebidas derivadas, em uma escala global.

Uma típica loja da Starbucks, esta em em Peterborough, Reino Unido, mostrando os alimenos oferecidos e a área de preparação de bebidas.

A maioria das lojas da rede estão localizadas nos Estados Unidos, sendo 12.739 no país. Existem atualmente 1.868 lojas na China, 1.395 no Canadá, 1.117 no Japão, e 830 lojas no Reino Unido. A empresa emprega cerca de 191.000 pessoas.

A empresa conduz seus negócios a partir de quatro segmentos diferentes, que consistem das Américas, seguida pela Européia, o setor Africano e Oriente Médio, a região da China / Ásia-Pacífico, e finalmente o Channel Development.

Além de café e chá, a empresa vende doces e uma variedade de outros lanches e guloseimas. A maioria das lojas vendem alimentos pré-embalados, sanduíches frios e quentes, e itens da empresa como canecas e copos. A empresa também tem à venda cerveja e vinho em várias de suas lojas, sendo que a pratica começou em 2010.

Gráfico que mostra o crescimento do número de lojas Starbucks, entre 1971 e 2011.

A Starbucks permite que seu café, sorvete e garrafas de bebidas de café frio sejam comercializados em vários mercados e lojas de conveniência diferentes.

No ano de 2014 a empresa começou a produzir sua própria linha de refrigerantes artesanais.

O que diferencia Starbucks dos seus concorrentes é que os preços praticados por ela são bem mais altos, permitindo assim margens de lucro mais elevadas. Isso fez com que as ações da companhia valorizassem 33% somente nos dois primeiros trimestres de 2015. Ainda há espaço para mais crescimento, mas, na atual situação da economia americana e mundial, este escritor de investimentos acredita que este aumento será menor do que o visto nos últimos anos.

A loja Starbucks localizada no endereço 1912 Pike Place. Este é o segundo local da Starbucks original, operava no endereço 2000 Western Avenue, entre 1971-1976.

Outra consideração é que as vendas de café nos Estados Unidos e em vários outros países desenvolvidos está caindo. Embora o declínio seja pequeno, apenas 1,25% ao longo do próximo ano, isso explica em parte porque Starbucks está começando a focar mais no mercado de chá. Como parte da estratégia de aumentar seu portfólio, a Starbucks adquiriu Teavana em 2012, por exemplo.

A Starbucks também está tentando proteger e aumentar sua participação no mercado através da introdução de um aplicativo móvel para tablets e smartphones, bem como um programa de fidelidade.

A empresa projeta crescimento dos lucros para os próximos cinco anos entre 15% a 20%, ao ano. Embora a Starbucks tenha uma estratégia de negócios sólida, com sustentabilidade a longo prazo, ela vai ser prejudica durante a próxima recessão, que este escritor acredita chegará em algum momento de 2016. Esta data coincidirá com uma desaceleração geral do crescimento econômico, em uma escala global.

O Starbucks Center, em Seattle. A sede da empresa, no antigo edifício do centro de distribuição de catálogos Sears, Roebuck and Co.

Assim que a economia retomar o crescimento nos Estados Unidos e em outros lugares após a recessão, poderemos então considerar um investimento a longo prazo na empresa. No entanto, pagar o dobro por um café durante uma recessão econômica não faz muito sentido, mesmo com a experiência que a Starbucks proporciona à seus clientes nas lojas. O preço durante estes tempos turbulentos será um fator muito importante e os competidores, incluindo a Starbucks, serão forçados a baixarem os preços. Isto, obviamente, vai prejudicar os lucros da empresa.

As receitas da Starbucks em 2014 foram de $16,447 bilhões (Dólar dos Estados Unidos). O lucro operacional foi de $3,081 bilhões de dólares, com um lucro líquido de $2,068 bilhões.

A Starbucks (SBUX) terminou o pregão em $51,09 USD no dia 25/08/15. A alta do dia foi de $53,61, depois de uma baixa de $51,05USD. O preço da ação havia aberto em $52,96 USD, com um fechamento anterior sendo de $50,34 USD. Depois do horário de negociação, o preço da ação caiu para $51.00 USD.

Nos últimos 5 dias, a ação da SBUX passou de uma alta de $58,08 USD no dia 19/08/15, para uma baixa de $42,05 USD no dia 24/08/15. Isto representa uma perda de 38,12%.

No último mês, o preço da ação passou de uma alta de $59,32 USD no dia 05/08/15, à baixa do dia 24/08/15. Esta foi uma perda de 41,07%.

Nos últimos três meses, as altas e as baixas foram idênticas com as estatísticas de um mês atrás.

Howard Schultz, CEO da Starbucks.

A faixa das 52 semanas para a ação foi de uma baixa de $35,39 USD, à alta de $59,32 USD. Isto representa um aumento de 67,62% para o período.

O volume de ações negociadas na sexta-feira foi de 19.654.369. A média trimestral é de 8.037.300.

A capitalização de mercado é de $75,83 bilhões de dólares.

O índice P/E (Price Earnings Ratio) é de 28,78.

O lucro por ação EPS (Earnings per Share) é de $1,78 USD.

O dividendo é de $0,64 USD e o rendimento é de 1,20%.

A atual estratégia é esperar por uma recuperação parcial do preço da ação, após a grande queda dos últimos dias. Em seguida, podemos definir um objetivo de compra short em $54.99 USD. O objetivo de curto prazo pode então ser definido em $49,99 USD. Este declínio de $5,00 no preço da ação irá permitir um retorno de 10% para o investidor.

Um objetivo de médio prazo short pode ser definido em $47,81 USD. Este declínio de $7,18 USD no preço da ação irá permitir um retorno de 15,02% para os investidores.

Um objetivo de longo prazo pode ser definido em $45,82 USD. A desvalorização de $9,17 no preço da ação permitiria um retorno de 20,01% para o investidor.

@ 2015 The Day Trading Academy. Todos os direitos reservados. Este trabalho baseia-se em análises próprias, entrevistas, boletins de imprensa corporativos e extensa pesquisa conduzida através de itens de investimento, eventos e experiência em investimentos. Ele pode conter erros, sendo que você não deve tomar qualquer decisão financeira com base apenas no que aqui está escrito. O seu dinheiro é de sua responsabilidade. Tal como acontece com qualquer investimento, não há nenhuma garantia contra perdas. Os membros devem estar cientes de que os mercados de investimento tem riscos inerentes e não pode haver nenhuma garantia de lucros futuros. Da mesma forma, o desempenho passado não é garantia de resultados futuros. O único propósito desta publicação é fornecer informações relativas a investimento, educação, opiniões de assinantes, análises e recomendações apresentadas aos membros, para o uso exclusivo dos membros.